sábado, março 24

domingo, março 11

Minha Nada Mole Vida de Concurseiro

Faça valer a pena!

Olá caros amigos, apesar do título do texto indicar apenas o sofrimento  nessa luta dos concursos, venho agradecer e mostrar o quanto é gratificante todo esse esforço.
Bem, vou contar minha curta, mas movimentada vida nos concursos públicos. Com 18 anos de idade eu tinha concluído o Ensino Médio e estava no último ano de um curso técnico,  então fui apresentado aos concursos. Sempre fui um aluno dedicado. Assim, mesmo sem ter uma preparação focada em concursos obtive um ótimo resultado. A prova exigia conhecimentos em Português, Matemática e conhecimentos específicos. Nas duas primeiras matérias eu já tinha um bom conhecimento  e estudei mais o específico. Resultado: das 50 questões acertei 46; foi a segunda maior nota da cidade, surpreendente para um garoto inexperiente. Porém o concurso foi anulado, pois alguns candidatos tiveram problemas com o local de prova. Fiquei abatido e triste, não queria fazer mais a prova., até que alguns amigos me incentivaram.  Fui fazer a prova, mas não estudei novamente e acabei acertando 43 questões. Fui aprovado em 23º lugar, o concurso era da Compesa, companhia de água de Pernambuco, um concurso estadual, que fui  nomeado 1 e meio depois. Então não parei mais...

Vou tentar elencar os principais certames do qual participei e o resultado que obtive: